Planejamento estratégico de marketing de conteúdo

O marketing de conteúdo já não é mais tendência há pelo menos 2 anos. Portanto, aponta-lo como algo “novo” não é correto. Porém, ainda há uma grande diferença entre produzir conteúdo e de fato, ter resultados. Inundar a internet com artigos, vídeos, podcasts e tudo mais, não é a solução. Na verdade, isso nem chega a ser marketing de conteúdo. Por isso, o planejamento estratégico de marketing de conteúdo precisa ser muito bem pensado, para que possamos atingir de fato, as personas adequadas.

Mas este é um caminho tortuoso. Precisamos de foco, conhecimento e estratégia para conseguir melhores resultados. O digital é assim mesmo, difícil, tortuoso. Porém, no momento em que “acertamos a mão”, os resultados são escaláveis!

Falando especificamente do planejamento de marketing de conteúdo, precisamos entender alguns elementos fundamentais. Para isso, vamos falar de algumas tendências do marketing de conteúdo.

 

Planejamento estratégico de marketing de conteúdo, começando pelas tendências

 

O marketing digital, de forma geral, está cada vez mais específico e pessoal. As grandes campanhas, que atingem milhões de pessoas, mudaram de perfil. Hoje, cada vez mais a segmentação é fundamental. Por isso, as tendências de marketing digital, de forma geral, apontam todas para esta direção. Esta é a base do inbound marketing, irmão gêmeo do conteúdo.

 

planejamento estratégico de marketing de conteúdo 2

 

Além disso, uma das realidades mais fortes, que nem é mais tendência, é o mobile. Cada vez mais as pessoas consomem conteúdo através de dispositivos móveis. Tornar o conteúdo de fácil consumo para estas plataformas, é fundamental!

Além disso, cada vez mais o marketing de conteúdo precisa ser focado em resolver problemas. Analisar o comportamento de busca, alinhar cada vez mais o conteúdo a persona, elaborar formas de impactar positivamente as pessoas certas, são algumas medidas fundamentais para que o marketing de conteúdo seja de fato efetivo em 2017.

Sua empresa não é um jornal, para postar coisas abrangentes. Marketing de conteúdo é diferente de jornalismo, entenda isso.

Agora vamos entrar em um ponto mais prático do planejamento estratégico de marketing de conteúdo!

 

Planejamento estratégico de marketing de conteúdo, passo a passo para montar o seu!

 

  1. Estabeleça sua persona da forma mais detalhada possível

Este sempre deve ser o ponto de partida. Conteúdo só serve de verdade para sua marca, se ajudar as pessoas. Mas para ajudar alguém, você precisa saber o que esta pessoa precisa. Sua empresa, pode ajudar apenas pessoas com determinados problemas, certo? Esta é sua persona.

É fundamental que você busque eleger as prioridades de sua persona, encontrando suas “dores”. Para isso, é fundamental investir um bom tempo em análise de palavras-chave, tentando entender o comportamento de busca destas pessoas.

Pesquisas com clientes e leads também podem ser de grande valia para isso. Quanto mais informações você conseguir juntar sobre a sua persona, melhor!

 

2. Estabeleça uma linha de comunicação adequada

 

Nem todos os públicos consomem conteúdo da mesma forma. Em alguns casos, focar em conteúdo otimizado em SEO é o mais indicado. Em outros casos, timing posts são mais indicados, ou ainda, conteúdo viral em redes sociais ou vídeos. Isso tudo, alinhado a sua estratégia de comunicação, formarão o contexto de seu conteúdo.

Mas a base para conseguir melhores resultados é uma linha de comunicação adequada. Você usará uma linguagem mais formal? Mais informal? Textos mais detalhados ou superficiais? Que tipo de ritmo pode trazer mais atenção dos leitores?

 

Tudo isso precisa ser pensado em seu planejamento estratégico de marketing de conteúdo!

 

3. Defina os melhores canais de distribuição de conteúdo

 

Como já citamos, nem todos os públicos consomem conteúdo da mesma forma. Por isso, a forma como você distribui seu conteúdo precisa ser pensada de forma estratégica. Entenda que isso é fundamental e altamente complexo.

Um bom blog é fundamental para qualquer empresa e ponto. Mas e as redes sociais? Quais usar? Não é por que alguma delas está na moda, que você deve investir nela. Um caso muito interessante é o Snapchat, que vem tendo um grande crescimento, mais ainda impacta apenas o público até 25 anos prioritariamente.

Os vídeos vêm tendo um grande aumento na procura e ajudam muito no SEO e na conversão. Mas isso significa que você deve produzir conteúdo prioritariamente em vídeo? Depende de seu nicho. Avaliar isso é fundamental em seu planejamento de conteúdo!

 

4. Estabeleça um planejamento editorial

 

Este é o ponto onde o planejamento estratégico de marketing de conteúdo começa a ganhar corpo! O planejamento editorial é muito mais do que apenas estabelecer um calendário de postagens. Isso pode ser feito mensalmente. O que precisamos no planejamento estratégico é elencar em que época do ano serão usados determinados conteúdos. Isso é fundamental para que tenhamos um esqueleto usado no calendário editorial.

 

planejamento estratégico de marketing de conteúdo

 

Lembre-se que planejamento estratégico é diferente de um planejamento convencional. Neste tipo de planejamento, iremos usar elementos mais amplos e não apenas determinadas ações. Por isso, é importante pensar no ano todo, em que tipo de publicação será usada em cada época. Isso será muito importante para ter ações conjuntas de inbound marketing!

 

5. Defina quem e como fará os conteúdos

 

Um planejamento estratégico de marketing de conteúdo só será efetivo se for colocado em prática, não é? Um dos grandes desafios das empresas é justamente conseguir produzir conteúdo de qualidade, alinhado as necessidades e objetivos. Na verdade, este é de longe o maior desafio das empresas que investem no conteúdo como estratégia.

Há duas possibilidades. A primeira é trabalhar com produção interna. Você pode contratar um jornalista ou redator e deixa-lo produzindo conteúdo. Para empresas de pequeno e médio porte, isso pode vir a ser inviável.

A outra possibilidade, é a contratação de uma agência de conteúdo, que poderá oferecer os serviços que você necessita com mais qualidade. A grande vantagem da agência de produção de conteúdo é justamente a possibilidade de um custo-beneficio melhor. Você terá profissionais capacitados em conteúdo para web e não pagará uma verdadeira fortuna por isso. É um investimento garantido!

 

  1. Estabeleça uma periodicidade

 

Marketing de conteúdo é constância. Sem ela, as estratégias acabam minguando, morrendo. Além das questões técnicas, há razões estratégicas. A questão técnica de publicar com certa frequência é que os buscadores retornam com mais frequência ao seu site. Desta maneira, temos uma melhor indexação dos conteúdos.

A questão estratégica é que você resolve mais problemas, tem mais conteúdo e estabelece uma ligação melhor com sua audiência. Neste sentido, indicamos pelo menos 2 artigos por semana. É lógico que se você puder publicar mais de um por dia, os resultados serão ainda melhores. Porém, é importante salientar que isso deve sempre, ser pautado na qualidade. Publicar sem um objetivo, sem algo de valor, pouco resolve.

 

  1. Entenda a diferença entre viral e SEO

Artigos feitos com foco em SEO tem um objetivo, trazer trafego orgânico! Da mesma forma, os conteúdos virais, tem como objetivo trazer visitantes de redes sociais em geral. A sua composição, linguagem e construção é bastante diferente.

O conteúdo viral é focado em atrair a atenção, tem uma construção diferente e é pensado em termos de compartilhamentos. Da mesma forma, o conteúdo SEO é pensado em como os buscadores funcionam e na melhor maneira de melhorar seu posicionamento.

 

Desta forma, é importante entende que o marketing de conteúdo pode ser pautado na relação entre estes dois. É importante entender suas diferenças e a forma como eles são construídos.

Desta maneira, poderemos trabalhar com conteúdos diferentes, que tem impactos variados sobre as pessoas.

 

  1. Estabeleça KPIs relevantes

Conteúdo precisa ser focado em resultados. De nada adianta seu blog ter milhares de visitas, sua página muitas curtidas, se isso não trouxer vendas. Desta maneira, é importante estabelecer KPIs (indicadores de performance) que sejam focados em conversão.

Isso não significa necessariamente vendas diretas apenas. Um lead que é gerado de forma mais barata, por exemplo, é uma conversão. Da mesma forma, o aumento de visitas só será de fato importante, se trouxer mais conversões.

Para acompanhar isso de forma descomplicada, é fundamental estabelecer KPIs relevantes.

 

Estes são alguns dos pontos mais importantes na hora de criar seu planejamento estratégico de marketing de conteúdo. Sem ele, você ficará perdido (a) e sua empresa não terá os resultados esperados.

Tem alguma sugestão ou dúvida? Entre em contato conosco!

    Seu nome (obrigatório)

    Seu e-mail (obrigatório)

    Seu Telefone

    Descrição do pedido