Conteúdo Escaneável para SEO: como produzir?

Quando se produz conteúdo há dois pontos importantes, antes de começar a escrever o texto: as ideias que serão transmitidas (o conteúdo em si) e a estrutura. Quem trabalha com Inbound Marketing e Marketing de Conteúdo sabe que o segundo item é tão importante quanto o primeiro. Afinal, não adianta ter um artigo relevante e exclusivo sem ter um conteúdo escaneável para SEO.

Sendo o conteúdo parte fundamental do Inbound Marketing, a estrutura deve ser adequada para o meio digital. Por exemplo, utilizar blocos e parágrafos curtos facilita a leitura. As pessoas tendem, portanto, a ler mais se o texto tiver maior legibilidade. Dica essencial para artigos de conversão, que terminam com CTA (call to action), nos quais as pessoas devem ler até o final e entender a mensagem.

Ter um conteúdo escaneável para SEO é fundamental para prender a atenção do internauta. Ele ficará mais tempo lendo o conteúdo, e irá focar a atenção. Na internet, ela sempre é divida com diversas outras tarefas, como e-mail, redes sociais, notificações de aplicativos, e outros sites. Confira algumas dicas para ter um conteúdo escaneável e saiba como aplicá-las.

 

Dicas para ter um conteúdo escaneável

 

1- Negrito e Itálico

 

Essas estratégias destacam palavras no texto. Geralmente, o negrito é usado para palavras importantes, e o itálico para termos em outros idiomas. Mas isso não é uma regra, e pode variar de acordo com a empresa. A recomendação é que haja um padrão dentro do blog. Dessa maneira, o texto ganha mais legibilidade com conteúdo escaneável.

 

2- Subtitulos

 

Ao abrir um artigo, geralmente, o leitor irá analisá-lo até o final, antes de começar a leitura. O internauta faz isso para ver o tamanho do texto ou até mesmo saber qual será o conteúdo. Por isso, o uso de subtítulos é importante para um conteúdo escaneável, eles irão contar para o leitor o que será transmitido naquele artigo, aumentando o desejo pela leitura.

 

3- Comprimento de linhas

 

Para facilitar a leitura, é importante que as linhas não sejam compridas demais. A regra básica é criar linhas curtas o suficiente para o leitor não movimentar os olhos para ler do início ao fim. Essa configuração para conteúdo escaneável deve ser feita na plataforma utilizada para o blog. É importante prestar atenção no tamanho da fonte e espaçamento.

 

4- Blocos de textos

 

Textos únicos e longos, que se assemelham aos livros, não são práticos na internet. A divisão em blocos e parágrafos curtos também favorece o conteúdo escaneável. A leitura se torna menos cansativa, mas dinâmica e ganha ritmo. Os espaços em brancos também são favoráveis à legibilidade.

 

5- Listas e bullet points

 

Com as mesma intenção dos blocos, as listas são extremamente favoráveis para produzir um conteúdo escaneável de qualidade. Elas também organizam o conteúdo, e facilitando na condução da teoria do texto. Assim como os bullet points. Essa é uma estratégia de criar pequenas listas, com itens. Quer um exemplo? Confira:

 

Dicas para criar bullet points que funcionam:

  • Frases curtas
  • Ideias concisas
  • Leitura mais ágil
  • Tamanho padrão
  • Poucos itens
  • Uso de tópicos

 

6- Siglas e números

 

Trazer pesquisas e dados sempre dão mais valor ao texto. Mas, para ter um conteúdo escaneável é recomendado não trabalhar com números escritos por extenso (exemplo: trinta e três por cento). O ideal, para facilitar a leitura, é escrever: 33%.

Utilizando as diversas mídias para um conteúdo escaneável

 

Imagens

 

As imagens têm um forte poder de atração de atenção. Elas são fundamentais para que o leitor “respire” ao longo do texto. E também colaboram para a estética do artigo.

Veja algumas dicas para utilizar imagens em seu post:

 

  • Encontre o lugar correto: ela precisa conversar com o texto
  • Transmita uma mensagem: as imagens também são informativas
  • Utilize a palavra-chave ao salvar a imagem no computador: isso irá ter efeitos positivos no SEO
  • Trabalhe com imagens de boa qualidade: lembre-se da estética

 

 

Outras mídias

 

A internet ainda possui a possibilidade de colocar, ao longo do artigo, diversas mídias. Um conteúdo escaneável ganha mais valor quando é multimídia. Veja quais são as mídias que você pode colocar em seu post:

 

    • Vídeos
    • Infográficos
    • Gifs
    • áudios (músicas e podcasts)

Técnicas do jornalismo para conteúdos escaneável

 

Pirâmide invertida

 

A pirâmide invertida consiste em estruturar um texto de uma maneira que as informações mais importantes ou pertinentes fiquem no início. Isso é fundamental nos jornais, quando há um alto índice de abandono de texto. Dessa maneira, nos primeiros parágrafos o leitor já pode compreender o ponto importante de uma notícia.

No Inbound Marketing, essa técnica favorece para que o leitor tenha de antemão um conhecimento sobre o assunto que será abordado. A estratégia é citar o que será dito, e a importância daqueles tópicos, criando uma curiosidade no internauta.

Lead

 

Neste caso, lead não se refere ao cliente em potencial. No jornalismo, o termo é usado para nomear o primeiro (ou primeiro e segundo) parágrafo de uma notícia, o qual irá responder as informações mais importantes sobre um fato: O que? Quem? Onde? Quando? Como? Por quê? Essa estratégia está sempre ligada com a pirâmide invertida.

Já para um conteúdo escaneável,  o lead não irá responder essas perguntas, mas deve ter o mesmo efeito: gerar interesse e dar contextualização. O leitor precisa se encantar com o texto logo nas primeiras linhas. Isso será fundamental para que a leitura seja continuada.

 

Objetividade

 

Transmitir informações de maneira concisa e objetiva, é uma estratégia básica na rotina de um repórter. O espaço de um jornal é limitado.

O Inbound Marketing permite textos mais longos – e densos. Entretanto, a informação deve ser clara, do mesmo jeito. O ideal é continuar trabalhando com textos objetivos, sem linguagens e estruturas rebuscadas, que podem atrapalhar a leitura e entendimento.

 

Leia também: Segredos da produção de conteúdo para web!

 

Como aplicar as técnicas para ter um conteúdo escaneável?

 

Não basta conhecer as técnicas, é preciso saber aplicá-las com eficiência ao longo de um texto. O uso de estratégias para ter um conteúdo escaneável deve acontecer de forma natural, sempre com o objetivo de melhorar a legibilidade do texto.

Favorecer a leitura do internauta cria uma interação melhor entre ele e o conteúdo. E, é claro, entre ele e o blog – a marca, a empresa. Muitas vezes, um conteúdo de qualidade é dispensado em um texto sem estrutura.

Preocupar-se com o SEO é fundamental para que o site receba muita visualizações, afinal isso tem uma forte influência na colocação dele na lista de resultados de uma busca no Google.

Outro ponto importante na estruturação do texto, e no uso de técnicas para um conteúdo escaneável é não perder a coerência e coesão do texto. A ordem em que as ideias e argumentos são expostos deve fazer sentido. Deve existir uma conexão lógica entre os parágrafos e blocos. As listas devem também ter uma continuidade compreensível e coerente.

 

Conteúdo de qualidade e estrutura

 

Não basta aplicar todas as estratégias nos artigos publicados em um blog se o conteúdo não for, de fato, memorável. A qualidade e relevância do conteúdo deve ser prioridade. Essas características do texto devem caminhar junto com a estrutura de um conteúdo escaneável.

A produção deve trazer informações novas e relevantes para o leitor. Além de usar criatividade ao longo do texto. Quer uma ajuda? Consulte uma agência de conteúdo

A Leads Marketing de Conteúdo pode te ajudar! Fale com um de nossos consultores!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *