Conteúdo para Inbound Marketing: elementos fundamentais para seguir!

O Inbound Marketing é a atração de novos consumidores para uma marca, sem que ela precise ir atrás desses clientes em potencial. No Inbound Marketing, são as pessoas que buscam pelas marcas, por interesse próprio, por espontaneidade. Para isso acontecer, o Marketing de Conteúdo é fundamental no processo. Ele será responsável por criar um relacionamento com leads e clientes em todas as etapas do funil de vendas. Saiba como usar o conteúdo para Inbound Marketing na sua empresa: 

 

Por que investir em Conteúdo para Inbound Marketing?

 

O conteúdo para Inbound Marketing deve estar presente durante toda a jornada do consumidor. Ele será responsável pela atração de leads, pelo relacionamento com eles, até a etapa da compra, e pelo relacionamento com clientes, criando fidelização. É fundamental, portanto, ter um conteúdo relevante e de qualidade, com o intuito de obter mais assertividade nessa estratégia.

Sem conteúdo não há Inbound Marketing. O conteúdo fará a conexão entre marca e clientes, construindo um arquétipo para a marca, um posicionamento no mercado e uma imagem. Além disso, o conteúdo para Inbound Marketing irá gerar mais interação e proximidade entre público e empresa, fundamental para a vendas da atualidade.

 

Leia também: Passo a passo para implementar o Inbound Marketing na sua empresa! 

 

Tipos de Conteúdo para Inbound Marketing em cada etapa do funil

 

Etapa 1: Atrair

 

Nesta etapa, o conteúdo de Inbound Marketing deve atrair a atenção de pessoas que estão dentro do público-alvo da empresa, mas ainda não conhecem a marca ou o produto. É importante trabalhar com assuntos ligados à dor da persona, que sempre será resolvida com o produto que será vendido no final do funil.

Portanto, aqui é importante trabalhar com conteúdos informativos e de entretenimento, mas sem esquecer de educar o internauta. Ou seja, mostrar a ele que a marca entende tudo sobre a dor que ele vivencia, e pode resolver. É uma espécie de rota, que vai do problema à solução.

Na primeira etapa é possível trabalhar com:

 

Blog:

 

Os blogs são aliados desta primeira etapa porque geram mais tráfego orgânico para um site, atraem pessoas interessadas no nicho e geram autoridade. O ideal é trabalhar com assuntos de qualidade e exclusivos, abordando temas que serão práticos no cotidiano dos leitores e utilizando técnicas de SEO.

 

Recompensas:

 

As recompensas são iscas para leads e funcionam como uma troca: por um conteúdo de qualidade, a pessoa oferece o email dela. Para a criação deste conteúdo para Inbound Marketing é importante pensar em quais tipos de produtos e assuntos serão relevantes e importantes para o público. Os tipos de recompensas podem ser:

 

  • Ebook
  • Podcast
  • Infográfico
  • Templates
  • Materiais práticos
  • Vídeos exclusivos
  • Cursos
  • Hangout

 

Redes Sociais

 

As redes sociais também funcionam para atrair novos leads, porque elas possuem um forte poder de viralização de conteúdo e alcance global por meio de compartilhamentos, comentários e curtidas.

Etapa 2: Conversão

 

Após a conquista do lead, é importante produzir conteúdo para Inbound Marketing voltado para a conversão dessas pessoas. Para isso, é preciso nutrir o lead com conteúdo mais aprofundados e exclusivos (ele precisa se sentir especial, em um lugar privilegiado em relação à marca).

Blog, recompensas e redes sociais podem (e devem) continuar sendo investidos nesta etapa. Mas para ir além no funil, é importante contar com outros tipos de conteúdos para Inbound Marketing voltados exclusivamente para as pessoas dessa etapa. Confira:

 

Email marketing

 

Uma sequência de e-mail marketing é fundamental para a conversão dos leads. Esse tipo de conteúdo para Inbound Marketing deve aquecer a lista de emails (conquistada por meio das recompensas), e encaminhá-la para a compra.

Os emails devem conter headlines (campo assunto) matadoras, que geram a curiosidade e causam uma inquietação no leitor. São as headlines que farão o leitor abrir ou não o email.

 

Landing Pages

 

Traduzindo para o português, landing pages seria algo como páginas de pouso, de aterrissagem. Refere-se às páginas que uma pessoa irá “aterrissar” após clicar em um anúncio ou em um CTA (call to action). Essa páginas são mini sites voltados para a vendas. São sites sem abas, sem links externos, e com um texto persuasivo e oferta convincente, chamado Copywriting.

 

Conteúdo para Inbound Marketing

 

Etapa 3: Vendas

 

Após a conversão, o lead será encaminhado para a fase decisiva: as vendas. E, após passar por todo o funil, ela deve estar praticamente certa. Não há um conteúdo para Inbound Marketing específico para esta etapa, além da landing page. Porque, a venda refere-se mais à ação do cliente de efetuar a compra do produto. Mas, é fundamental pensar em headlines e CTA’s atraentes para garantir a compra. Veja outras dicas de conteúdos para esta etapa:

 

Autoridade

 

Dê mais credibilidade ao produto construindo a autoridade dele, do desenvolvedor ou da marca. Conte a história de criação do produto, enaltecendo os sucessos obtidos, como premiações, certificações e resultados positivos.

 

Prova Social

 

Comprar um produto que teve provas reais de sucesso na vida de outras pessoas é muito mais fácil. Ao produzir conteúdo para Inbound Marketing, na etapa de vendas, pense em contar histórias de pessoas que tiveram resultados positivos com o seu produto.

 

Escassez

 

Assim como a autoridade e prova social, a escassez é outro gatilho mental fundamental na produção de conteúdo para Inbound Marketing.

Você certamente já ouviu: “Últimas unidades”, “Apenas para os primeiros”, “Por tempo limitado”. Essas frases geram impacto no cérebro humano, causando um sentimento de que a pessoa pode perder algo importante. E isso gera uma ação: a compra.

Ao produzir conteúdo para Inbound Marketing é importante lembrar de uma informação básica: a escassez SEMPRE deve acompanhar o preço. Ou seja, sempre que houver a informação de preço, deve ter uma frase com este gatilho mental ao lado. Isso servirá para quebrar uma objeção clássica na hora da compra: “o produto está caro”.

 

FAQ

 

Outra estratégia para quebrar objeções de compras é o FAQ. Por meio de perguntas e respostas, é possível criar um conteúdo para Inbound Marketing dando segurança para a pessoa comprar o produto.

 

Etapa 4: Fidelização

 

O funil deve encerrar no início de um novo processo. Agora é hora de prezar pela fidelização dos clientes, produzindo conteúdos exclusivos e personalizados. Além das redes sociais, email marketing, blog, a marca pode trabalhar com espaços exclusivos para clientes. É o caso de grupos fechados (ou secretos) no Facebook, ou áreas exclusivas em sites.

O conteúdo para Inbound Marketing voltado para a fidelização deve também encaminhar este cliente para um novo funil de vendas, apresentando uma novo caminho que vai de um outro problema para uma nova solução.

 

Como produzir conteúdos para Inbound Marketing

 

O planejamento estratégico da marca irá definir quais serão os tipos de conteúdos para Inbound Marketing utilizados no funil. Isso irá depender da persona da empresa, do arquétipo (avatar) da marca e do tipo de produto.

Para a produção do conteúdo para Inbound Marketing é importante levar em consideração também estes pontos. Isso irá definir qual será o tipo de linguagem utilizada, se haverá mais ou menos textos, mais ou menos vídeos ou mais ou menos fotos…

É importante considerar como a marca se posiciona no mercado, e descobrir qual será o estilo do texto. Por exemplo, algumas marcas possuem um arquétipo de “professor”, e acabam ensinando os clientes, por isso, trabalham com conteúdos em forma de tutorial e dicas. Outras marcas assumem um papel mais agressivo ou mais amigável. Tudo isso influencia na escolha de pautas.

Além disso, é importante levar em consideração o tipo de produto. Por exemplo, se você está vendendo um serviço para empresas, não deve contar tudo sobre ele no conteúdo (os segredos e macetes). Trabalhe mais com a importância de ter aquele produto na empresa, e os benefícios – deixando o “fazer” para a sua empresa. Mas, se você está vendendo um vinho, por exemplo, é fundamental trabalhar com os detalhes e abordar todos os pontos do produto.

A produção de conteúdo para Inbound Marketing pode ser terceirizada. Com profissionais qualificados, os resultados positivos se multiplicam. Consulte uma agência de conteúdo

A Leads Marketing de Conteúdo pode te ajudar! Fale com um de nossos consultores!