SEO onpage, o guia completo para otimizar seus artigos!

Trabalhar com Marketing de Conteúdo é fundamental para ter mais visibilidade na internet e, consequentemente, ganhar mais cliente e ter mais vendas. Entretanto, essa estratégia depende que o site seja amigável aos robôs do Google, ou seja, que ele tenha uma encontrabilidade. Para isso, é preciso trabalhar tanto com SEM (técnicas que envolvem anúncios pagos e SEO) e SEO onpage.

 

O que é SEO onpage?

 

A otimização feita no SEO onpage refere-se às técnicas aplicáveis dentro da página, como o próprio conteúdo e a estrutura da página. Ao contrário do SEO off page. Esta segunda técnica está relacionada à otimização feita fora do site, como divulgações e backlinks.

O SEO onpage é importante porque, além de garantir presença à marca na internet, constrói a imagem e credibilidade dela, aumenta o tráfego orgânico no site (aquele que não é pago) e gera mais conversões. Tudo isso com baixo investimento.

Com o aumento da concorrência na internet, trabalhar com SEO onpage é tão fundamental quanto ter conteúdos de qualidade e relevantes. Com isso, a sua marca estará presente na hora certa e no lugar certo, estará presente quando o usuário estiver procurando por você ou algo relacionado ao seu nicho.

E é com frequência que o Google atualiza os mecanismos de buscas internos. Portanto, sempre há novas técnicas de SEO onpage disponíveis e que devem ser adaptadas para o mercado.

O Google faz isso para que todos os conteúdos disponíveis (e com fácil encontrabilidade) sejam, verdadeiramente, úteis na vida do usuário. Dessa maneira, cria-se uma experiência positiva na plataforma, sendo bom para o Google, para a sua marca e, é claro, para o cliente.

 

Pensando no público

 

A ideia do Google é gerar, cada vez mais, conteúdos agradáveis para o usuário, tanto na questão da legibilidade, quanto na qualidade, praticidade e usabilidade do material. Ou seja, o conteúdo deve ser exatamente o que o usuário procura e ser apresentado da maneira correta.

Por isso, as regras de SEO onpage existem. Elas “obrigam” que produtores de conteúdo gerem materiais realmente relevantes para o público, e facilitam que o usuário encontre aquilo que deseja.

É mais simples do que parece. Basta pensar com a cabeça da sua persona. E, neste ponto, todas as personas são iguais: qual tipo de conteúdo ela compartilharia nas redes sociais e com amigos?

Provavelmente, a resposta será igual à proposta do Google com as técnicas de SEO: conteúdos memoráveis e acessíveis. Este é, justamente, o grande benefício de utilizar as técnicas de SEO onpage, além da visibilidade.

 

 

Com funciona o SEO onpage?

 

Para se ter mais assertividade no SEO onpage, você terá que trabalhar muito em dois momentos importantes: ao produzir o conteúdo e ao colocá-lo na página. Confira algumas técnicas que você jamais deve esquecer:

 

Title tag

 

O Title Tag é o título da página, que será visualizado pelo usuário quando ele realizar a pesquisa. A sua função é avisar tanto o leitor, quanto os robôs do Google, sobre qual assunto estará contido naquele link.

A estratégia mais assertiva para o Title Tag é deixar a palavra-chave em primeiro lugar, ou o mais para esquerda possível. Usar palavras fortes e convincentes no título também irá ajudar. Veja algumas sugestões: melhor, completo, perfeito, descubra, guia, saiba.

Outra dica importante é saber utilizar certo o tamanho do Title Tag para que ele não seja cortado pelo Google, na visualização. Em média, o título deve conter 63 caracteres.

 

Head Tags (subtítulos)

 

Os subtítulos são fundamentais para que o texto tenha uma melhor legibilidade. Portanto, invista em blocos de textos e listas ao produzir um artigo. As head tags também são conhecidas como H1 (título), H2 (subtítulo), H3, H4, H5 e H6. Ou seja, há uma ordem hierárquica de subtítulos que pode ser usada.

 

Por exemplo, temos um cliente que trabalha com Placas de ACM (alumínio composto). Trabalhamos em seu conteúdo, diferentes subtítulos, que vão desde explicar a forma como estas placas são usadas, até as mais variadas características e aplicações que elas podem ter.

 

URL

 

O URL do site é outro item fundamental para o SEO onpage, porque ele colabora para que os mecanismos do Google compreendam o conteúdo da página. Por isso, é fundamental que a palavra-chave também esteja incluída no URL, que precisa ser claro e fazer conexão com o conteúdo.

Um comportamento comum dos leitores de blog é copiar e colar o link nas redes sociais, ao invés de usar os botões de compartilhamento. Portanto, deve-se investir em links fáceis.

Caso o URL tenha que ser alterado, por algum motivo específico, é necessário fazer o Redirect 301 para não perder o tráfego do antigo link. Ou seja, caso o link antigo tenha sido compartilhado, a pessoa que clicar nele será redirecionada ao novo URL.

Ainda citando o cliente das placas. Como o negócio é regional, trabalhamos nas URLs, palavras-chave como Placas de ACM em Indaial e outras cidades.

Meta Description

 

A Meta Description nada mais é que a descrição do link. É o texto que aparece em cinza nos mecanismos de buscas. Eles não possuem relevância para o SEO onpage, não é um item importante para o rankeamento no Google. Entretanto, podem ser decisivos para o clique do usuário.

Por isso, escreva uma Meta Description objetiva, clara, porém persuasiva. É um espaço totalmente livre para você vender seu peixe. Então, aproveite e faça uma boa propaganda do seu artigo!

Uma boa Meta Description pode gerar muito mais conversão que trechos do texto. Use a palavra-chave e mostre para o leitor quais são os benefícios que ele terá ao ler o artigo, ou seja, fale de soluções, praticidade e usabilidade no cotidiano.

 

Palavra-chave

 

A busca por palavras-chave deve ser o ponto de partida para todo conteúdo. São elas que irão pautar os artigos, afinal dizem respeito ao que o seu público procura nos mecanismos de busca.

A ideia que a palavra-chave deve aparecer diversas vezes no texto é totalmente questionável. Obrigatoriamente, para o SEO onpage, ela deve aparecer no Title Tag, no H1 (título), em pelo meno um H2 (subtítulos) e no início do texto (primeiro parágrafo).

A dica é utilizá-la da maneira mais natural possível nesses itens, e ao longo do texto. Forçar a barra para colocar a palavra-chave diversas vezes pode gerar um conteúdo chato e sem coerência.

 

Links internos

 

Os links internos tem duas grandes finalidades: melhorar a experiência do usuário em seu blog e deixá-lo por mais tempo na página da sua empresa. Mas não são só os internautas que navegam de um link para o outro, os robôs do Google também. Portanto, trabalhar com links internos que relacionam um assunto é importante para o SEO.

 

Leia mais: Como melhorar o conteúdo no Google e ter mais leads e clientes. 

 

Colocando mais valor no conteúdo

 

Não é mais segredo para ninguém que o Google busca divulgar, com mais facilidade e encontrabilidade, os conteúdo de mais valor. Por isso, além das técnicas de SEO onpage já apresentadas, há outras que podem mostrar ao Google que aquele determinado artigo é realmente importante para a experiência do internauta. Confira:

 

Conteúdos aprofundados

 

A densidade dos conteúdos é extremamente importante para os mecanismos de busca do Google. Portanto, trabalhe com artigos de tamanho médio para longo. É recomendável que os artigos tenham, em média, 2000 palavras (ou algo em torno deste número). Isso irá mostrar para o Google que você se preocupou em aprofundar no tema e que aquele artigo não está raso.

Outro ponto fundamental nesta etapa é a atualização de postagens antigas. Isso mostrará para o Google que você está sempre preocupado em trazer conteúdos atuais para o seu público. Aposte nisso!

 

Conteúdos multimídia

 

Ir além do texto também pega bem para o Google. Por isso, é fundamental trazer imagens, vídeos, áudios e infográficos para o conteúdo de um blog. Mas, o Google não reconhece imagens, por isso, é fundamental seguir algumas dicas.

Salve o nome dos arquivos, no computador, com a palavra-chave separada em hífens. Por exemplo, a palavra-chave deste artigo é SEO onpage. Logo, a imagem utilizada foi salva como seo-onpage. Descreva também a imagem para o Google, utilizando a palavra-chave.

 

Credibilidade da página

 

Outro item que conta muito é a credibilidade da página, ou seja, se o Google reconhece aquela página como confiável e produtora de bons conteúdos. Isso é calculado pelo tempo de existência do blog, link building e compartilhamentos em outras redes sociais.

Por isso, para se ter mais assertividade é importante criar um relacionamento bom com outros blogs, ser citado por eles e ter o conteúdo compartilhado pelos leitores. E tudo isso só é possível produzindo um conteúdo verdadeiramente bom.

 

SEO onpage

 

Marketing de Conteúdo e SEO onpage

 

É possível perceber que nenhuma das técnicas descritas neste artigo funcionarão se o conteúdo for ruim e fraco. Para que o Inbound Marketing funcione, obtendo resultados lucrativos e mais leads, é fundamental ter um Marketing de Conteúdo eficiente e de qualidade.

Os artigos devem ser otimizados para melhorar a experiência do internauta e ser útil na rotina dele. Por isso, fique de olho na demanda de conteúdo exigida pelo seu próprio público. O que a sua persona quer ler? Quais tipos de conteúdo ela poderá aplicar com mais facilidade no cotidiano?

Essas perguntas devem ser respondidas antes mesmo do planejamento estratégico. E podem ser esclarecidas com as pesquisas de palavras-chave. Descubra quais são os termos mais pesquisados pela sua persona e entenda o que ela quer ler, conhecer e descobrir.

Conteúdos memoráveis não são apenas aqueles que atendem às exigências do Google. Conteúdos memoráveis são aqueles que, de fato, ficam na lembrança da pessoa porque geraram emoções e foram levados para o off line. Esteja presente no dia a dia do seu cliente, e crie um relacionamento com ele.

 

Leia mais: Criação de Conteúdo: contratar ou fazer sozinho?

 

Como ter um conteúdo memorável?

 

Veja alguma dicas para se ter um conteúdo totalmente atrativo e que converta leitor em lead ou lead em consumidor:

 

 

Seja interessante:

Produza conteúdos que são relevantes para o seu público. Entenda quais são as necessidades, dúvidas e medos mais comuns na sua persona e construa caminhos, ao longo do texto, que leve para a solução dessas inquietações.

 

 

 

Tenha criatividade:

A criatividade é uma arma letal para um conteúdo memorável. Sair do comum é fundamental para se destacar na internet. Nem tudo é calculado pelo robôs do Google. E isso acontece com a criatividade: ela não irá fazer com que o seu site apareça instantaneamente nos primeiros itens da pesquisa, mas fará com que seu cliente crie laços afetivos com o site e volte mais vezes. Isso terá efeitos no futuro (um futuro próximo).

 

 

 

Busque informações atuais:

Entre as técnicas jornalísticas que podem ser aplicadas ao Marketing Digital, a novidade e o ineditismo são fundamentais. Tenha sempre um conteúdo atual e diferente dos outros. Lembre-se que a internet está cheia de concorrentes. Você precisa se destacar!

 

 

 

Exagere na usabilidade:

Não custa nada repetir. Tenha um conteúdo útil para o leitor. Por isso, insista em dicas práticas. Não fique apenas no teórico. Transmita conhecimento e usabilidade ao mesmo tempo! Não adianta nada para o leitor ter todo conhecimento científico e teórico, e não saber aplicá-lo na rotina de trabalho ou até mesmo na vida pessoal.

 

 

 

Use SEO onpage:

Por fim, trabalhe com as técnicas de SEO onpage. Elas não existem por acaso, nem porque o Google é um “chato”! Elas melhoram, e muito, a experiência do internauta no seu blog. Isso de uma maneira discreta, imperceptível. Sabe quando nos sentimos bem em algum lugar, mas não sabemos explicar o porquê? É exatamente assim que funciona com o SEO onpage. O seu leitor não saberá decifrar as estratégias, mas elas estarão ali, tornando aquele momento mais fácil e agradável.

Produza conteúdos memoráveis e construa uma experiência única para o seu leitor na página do seu blog. Quer uma ajuda com isso? Procure uma agência de conteúdo qualificada para trazer mais visibilidade e mais vendas ao seu negócio. Converse com um dos nossos consultores! 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *