Redes sociais para vendas

Uma das técnicas mais utilizadas no Marketing de Conteúdo é o uso das redes sociais para vendas. Essas mídias se tornam cada vez mais exploradas pelas empresas que buscam alavancar as vendas e ganhar mais público. Entretanto, ainda trazem muitas dúvidas.

 

Quando a porcentagem de engajamento não atinge à expectativa da empresa, os anúncios e impulsionamentos pagos de postagem parecem ser saídas de emergência fáceis e simples. Contudo, a empresa não pode estruturar uma estratégia de redes sociais para vendas apenas no investimento financeiro.

 

O engajamento orgânico é essencial para as mídias sociais e para isso é imprescindível ter excelentes estratégias de Marketing de Conteúdo para redes sociais. Sendo assim, a empresa deve estar sempre preocupada em criar conteúdos exclusivos e inspiradores para o público.

 

Na verdade, os anúncios pagos e os conteúdos devem ser técnicas que caminham junto nas estratégias de redes sociais para vendas. Mas como unir impulsionamento sem mascarar o engajamento orgânico? A palavra-chave é equilíbrio.

 

Equilíbrio no conteúdo de redes sociais para vendas

 

É fundamental que a marca encontre um equilíbrio entre impulsionamento e conteúdos que não são impulsionados mas geram engajamentos orgânicos. O ideal é utilizar o impulsionamento como uma ferramenta extra – e não como uma função obrigatória e livre.

 

Impulsionar postagens sem limites pode trazer até mesmo prejuízos para uma página. Já que, conforme as métricas do Facebook, o engajamento e o relacionamento do seguidor com a página são fatores essenciais para que um post apareça ou não na linha do tempo de determinada pessoa.

Por isso, a dica é não impulsionar qualquer publicação. Mas, investir para que o público interaja com a página, sem que a marca precisa investir financeiramente. Para o impulsionamento, é importante que a empresa escolha por postagens mais importantes, como anúncios, promoções, ofertas, eventos, convites e campanhas.

 

Outra dica importante é fazer testes. Alguns posts funcionam melhor sendo impulsionados, enquanto outros não geram grandes resultados. Mas isso irá depender do tipo de conteúdo. Portanto, a empresa deve fazer testes e, aos poucos, ter insights.

 

Redes sociais para vendas: o que fazer?

 

Usar as redes sociais para vendas é uma forma de dar mais visibilidade para a marca, facilitando o usuário de encontrar aquilo que busca. Ou seja, as redes sociais possuem o mesmo efeito das técnicas de SEO e Marketing de Conteúdo usadas no Inbound Marketing.

 

Por isso, o conteúdo deve ser atraente e humanizado. Uma estratégia é utilizar as plataformas sociais para criar interação com o público e um troca de informações (que pode ser até usada em pesquisas internas da empresa).

 

Investir em Marketing de Conteúdo para redes sociais é uma forma de aumentar o tráfego orgânico (e pago, se for por anúncios) de uma página, site ou blog, gerar mais visibilidade para a marca, aproximar público e empresa e com tudo isso, alavancar as vendas.

 

Anúncios em redes sociais para vendas

 

Os anúncios em redes sociais são estratégias de fazer ofertas por meio das mídias digitais. A grande vantagem é a possibilidade de segmentação pelo Facebook, que é uma plataforma que armazena muitas informações sobre cada usuário – deixando a segmentação extremamente precisa.

O importante dos anúncios nas redes sociais é ter frases chamativas e clareza na oferta. Os anúncios sempre devem apresentar um benefício, um ganho que a pessoa terá ao clicar no link. O uso de alguns gatilhos mentais também são sempre estratégicos, como o Gatilho da Escassez e o Gatilho da Curiosidade.

 

Muitos anúncios são feitos por meio de perguntas, gerando curiosidade no leitor. Outros podem trabalhar com a autoridade, mostrando uma personalidade ou um grupo social que aprovou determinado produto. Ainda é possível mostrar a transformação de uma pessoa em apenas uma frase.

 

É fundamental que a empresa utilize palavras fortes e de impacto. Entre elas, o termo “imaginar”. Por exemplo: Imagine ganhar 20 milhões de reais com apenas um curso de investimento. O verbo imaginar tem grande impacto emocional, e gera mais conversões.

 

Leia mais: Copywriting para anúncios: como potencializar as conversões

 

Redes sociais para vendas

Cuidado! Anúncios podem ser bloqueados no Facebook

 

O Facebook possui uma política extremamente rígida de proteção ao consumidor. Por isso, é comum que algumas páginas sejam bloqueadas devido ao tipo de conteúdo empregado nos anúncios. Portanto, é fundamental sempre conferir as regras dessa rede social para manter a blindagem.

 

Por exemplo, ofertas enganosas são sempre banidas pelo Facebook. Mas, a plataforma pode entender que certas promessas sejam também enganosas. Anúncios de emagrecimento ou a utilização da palavra “definitivo”, e suas variantes, podem ocasionar problemas no Facebook.

 

Isso porque a plataforma pode entender que sejam anúncios extremamente apelativos e até impossíveis. Por exemplo: Emagreça definitivamente em apenas 3 passos. Há muitas controvérsias na frase, mesmo que o método funcione, de fato, ele pode falhar ou não servir para determinadas pessoas. Sendo assim, é enganoso.

 

Anúncios com conteúdos eróticos ou com incentivos a bebidas alcoólicas ou drogas também são banidos pelo Facebook. Além de conteúdos ofensivos a determinada pessoa ou grupo social. Além disso, o Facebook permite apenas 20% de texto nas imagens utilizadas.

 

Outra regra importante para fazer anúncios no Facebook é a utilização de uma página que tenha a ver com o conteúdo do anúncio. Ou seja, o usuário não pode ser encaminhado para uma página aleatória com conteúdo diferente do prometido no anúncio. Por isso, é fundamental ter uma boa landing page ao trabalhar com anúncios no Facebook.

 

Redes Sociais: ciclo de vendas

 

O funil de vendas do Inbound Marketing funciona bem com o uso das redes sociais para vendas. No entanto, ele pode funcionar também apenas dentro das mídias sociais, por exemplo. Sendo assim, a atração, conversão, nutrição, vendas e fidelização são feitas com os conteúdos das redes sociais, anúncios e impulsionamento.

 

Para atrair mais clientes, o ideal é promover postagens com alto grau de compartilhamento. Assim, os seguidores se tornam canais de divulgação, ampliando a visibilidade da empresa. O conteúdo também será importante para a nutrição de leads e, é claro, para a fidelização de cliente.

 

Já os anúncios podem gerar mais conversões. Uma estratégia é anunciar no Facebook recompensas digitais. Com isso, há um aumento significativo no número de leads nas listas de email marketing. Já os anúncios de ofertas aumentam as vendas das empresas.

 

Landing Pages: Processo final

 

Com certeza, não vale a pena investir em redes sociais para vendas se ter uma boa landing page. As landing pages são qualquer páginas de destino, que uma pessoa será encaminhada após clicar em um anúncio. Ou seja, é como se fosse o “xeque-mate” das vendas.

 

Investir em anúncios pode ser uma grande perda de dinheiro se o negócio não possuir uma boa landing page. A dica é trabalhar com copywriting e um design inteligente para gerar conversões nos botões.

 

A landing page é um espaço no qual a empresa pode promover ainda mais o seu produto, apresentando benefícios e mostrando como ele irá solucionar um grande problema da persona. A landing page, portanto, é o processo final das redes sociais para vendas.

 

Por onde começar?

 

Ao iniciar os projetos para gerar mais vendas por meio das redes sociais, as empresas geralmente não sabem por onde começar, nem fazer um bom plano estratégico. Uma solução é a terceirização da gestão de redes sociais.

 

A Leads Marketing de Conteúdo pode te ajudar! Fale com um de nossos consultores!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *