Análise de métricas no marketing de conteúdo

Produzir conteúdos em vídeos e imagens, escrever artigos, atualizar o blog, aumentar o tráfego da página oficial e criar presença de marca em sites de redes sociais, são algumas das principais estratégias do marketing digital. Porém, nenhuma delas é realmente efetiva quando se tem um retorno mensurável, que possa indicar se todos estes esforços foram válidos ou não. Para fazer com que essas estratégias funcionam e tragam resultados, é necessário utilizar métricas no marketing de conteúdo.

Cada atualização, postagem ou e-mail de marketing gera informações relevantes, e que devem ser interpretadas pelo empreendedor, viabilizando um melhor relacionamento com o público e mostrando se ele está ou não atingindo os objetivos de comunicação traçados, quando iniciou seus investimentos em marketing digital.

 

Baixe nosso e-book, clicando na imagem!

capa

 

 

Um grande número de curtidas no Facebook ou de acessos ao site da minha marcam servem como métricas?

 

Na verdade não. Alguns especialistas na área de marketing digital chamam os famigerados likes e demais estatísticas que podem a vir ser enganosas na hora de mensurar resultados de métricas no marketing de conteúdo, que geram apenas vaidade.

Sabe quando você compartilha em seu perfil pessoal aquele texto bonito, longo, no qual passou minutos preciosos do seu tempo escrevendo, e ele recebe curtidas instantaneamente, evidenciando que alguns dos seus contatos sequer o leram de verdade? Infelizmente isso acontece muito também em perfis de empresas.

São denominadas métricas de vaidade as que se referem a números altos, mas que não garantem lembrança de marca, nem comunicação efetiva e muito menos aumento de vendas na sua empresa.

 

Defina quais métricas no marketing de conteúdo são importantes para a sua marca

 

Muitos textos no nosso site chamam a atenção dos empreendedores para que definam bem antes o que realmente almejam para sua marca, para depois iniciar uma ação dentro do marketing. Na hora de analisar métricas, é necessário que aconteça exatamente a mesma coisa.

Em geral, todas as marcas desejam aumentar suas margens de vendas, o que é natural. Porém há vários caminhos para se fazer isso e objetivos intermediárias, que podem ser de curto ou longo prazo.

Se lá atrás, na hora de traçar o seu planejamento de marketing, foi definido o que comunicar, como e para quem isso seria feito, então mensurar as métricas se tornará uma tarefa muito mais fácil. Assim, evita-se correr o risco de perder tempo dando atenção à números e outras informações pouco importantes, ou até mesmo fantasiosas.

Analisar métricas no marketing de contéudo pode ser interpretado, em outras palavras, como o momento de gerenciar estratégias. Ou seja, é a hora de colher os frutos de tudo o que foi concretizado nas mídias digitais.

Portanto, leia este artigo até o final que ensinaremos como fazer uma análise de métricas no marketing de conteúdo, estando atento aos resultados que são de fato relevantes para sua marca.

 

métricas no marketing de conteúdo

 

 

Utilize ferramentas disponibilizadas gratuitamente

 

Visando ajudar os empreendedores e demais gestores de marketing a aferir resultados com efetividade, sites como o Google e o Facebook disponibilizam ferramentas online, que podem ser usadas gratuitamente. Também é possível assiná-las, dependendo do intuito e do investimento do qual cada marca dispõe.

O Google Analytics é uma das soluções mais usadas e eficazes para acompanhar o tráfego de sites oficiais, revelando informações preciosas acerca de quem e de onde vem os seus acessos. Através dele, teremos métricas no marketing de conteúdo fundamentais!

O LinkedIn e a plataforma WordPress também contam com suas respectivas versões do Analytics. Assim, quem gera conteúdos e posta artigos em blogs por meio de um ou de ambos canais, pode verificar quais de suas postagens têm atraído leads qualificados.

Para o caso de fanpages, o Facebook envia relatórios semanais, mostrando se houve um crescimento ou não de acessos, curtidas, comentários, compartilhamentos e outros números. Essas informações podem também ser conferidas por meio do Page Insights, uma sessão do site que dispõe ainda de guia com respostas às dúvidas mais recorrentes.

Estas são apenas algumas das alternativas intuitivas que você pode optar para facilitar a sua análise de métricas no marketing de conteúdo, levantando os dados que precisa.

 

Conheça as principais métricas no marketing de conteúdo

 

Métricas de Acesso: Visitantes:

Por meio dela, é possível aferir quais links do seu site tiveram mais cliques. Assim, você fica sabendo em quais tipos de conteúdo vale a pena investir e em quais não.

 

Local de Origem:

Já parou para pensar que o seu site pode ser acessado no mundo todo? Isso soa muito bonito em voz alta, mas talvez não seja eficiente se sua marca atende só localmente. Portanto, verifique de onde vem os acesso da sua página e foque sua produção de conteúdos nas regiões que sua empresa realmente atende.

Métricas de Engajamento: Tempo médio de permanência:

Pode parecer triste, mas é muito comum passar horas gerando conteúdo para o seu site ou blog, e na hora de gerenciar métricas, verificar que o tempo de permanência de um visitante nele foi curtíssimo. Sendo assim, é importante oferecer aquilo que o seu público-alvo quer ver. Verifique a qualidade dos seus conteúdos, atualize-os regularmente e crie links internos entre eles, facilitando a navegação dos visitantes.

 

Páginas visitadas:

A situação acima se agrava quando as páginas mais visitadas são as com menos tempo médio de permanência! Isso ocorre quando as palavras-chaves utilizadas em um link não estão devidamente relacionadas com o seu conteúdo. É como seu o seu possível cliente encontrasse o seu site, mas não o que ele busca. Por isso atente-se sempre para oferecer conteúdos relevantes e de qualidade – tema recorrente nos nossos artigos. Identifique também se as páginas visitas estão gerando uma boa margem de conversão em vendas.

 

Métricas de relacionamento:

Os comentários feitos em seu blog e em seus perfis de redes sociais servem de termômetro para saber o que seu público-alvo está achando dos seus conteúdos e, principalmente, do seu produto ou serviço. Busque estimular comentários, ainda que indiretamente.

No entanto, esteja sempre atento não só se estão comentando, mas se isso tem gerado conversões em vendas. É importante relacionar-se bem com todos, mas é fundamental não se distrair com pessoas que interagem com sua marca, porém não consomem nada dela.

 

Métricas de prospects (leads):

São uma maneira de acompanhar o seu funil de vendas no marketing de conteúdo podendo assim direcionar os seus clientes dentro do seu site ou blog.

 

métricas no marketing de conteúdo

 

 

Novos leads gerados:

Esteja atento a este número, assim será possível saber quantas pessoas entraram em contato com o seu setor de vendas, após acessar um e-mail marketing, por exemplo.

 

Leads alcançados:

São aqueles que já estão interagindo com seus conteúdos de alguma maneira e, provavelmente, já fizeram pré-cadastro no seu site ou loja.

 

Taxa de conversão de vendas, uma das métricas no marketing de conteúdo mais importantes:

Aqui, é possível aferir quais conteúdos podem ter servido de nota de corte na hora do seu novo cliente avançar no seu funil de vendas, vindo a escolher a sua marca.

 

Existe um cálculo chamado de LTV (Customer Lifetime Value), que revela o ciclo de vida dos possíveis cliente, em qual estágio do funil de vendas eles se encontram e quanto é necessário investir em cada um deles.

 

A importância das taxas de conversões

 

Já pontuamos vários aspectos até aqui, de como alguns números podem ser ilusórios, na hora de fazer uma análise de métricas no marketing de conteúdo. Justamente por esse motivo, é importante estar de olho no número de conversões em vendas que suas estratégias tem conseguido.

A taxa de conversão é uma das métricas mais relevantes, pois por meio dela, é possível aferir quais lead se tornaram qualificados e quais visitas resultaram em vendas.

Além das métricas acima, é possível sempre verificar de onde seus clientes estão vindo e contribuindo para a conversão em vendas. Eles preencheram formulários na sua página? Encontraram seu número de telefone no site ou no seu Facebook? Solicitaram algum orçamento antes?

Algumas métricas de conversão podem parecer complexas, pois requerem alguns cálculos básicos. Nesse caso, você pode optar consultar alguém mais habituado com números, ou então aprender a calcular nada quantas de vendas seu site conseguiu fazer quando comparado ao número de visitas.

 

Custo de Aquisição de Cliente (CAC)

 

Essa é uma métrica utilizada para saber quanto foi gasto para que o seu cliente atravessasse todo o funil de vendas, fechando a compra com a sua marca.

 

Códigos de conversão

 

Há outras maneiras de verificar a taxa de conversão do seu site. É possível inserir uma tag, também chamada de código na sua página, para aferir quais são as principais ações realizadas dentro dele.

É aconselhável inserir esse código na página de finalização de compra ou algum preenchimento de formulário, que só é feito por quem de fato adquiriu algum de seus produtos ou serviço.

Assim, quando um usuário chega a um desses links, são computadorizadas de maneira automática as conversões em vendas geradas por meio das suas ações de marketing digital.

 

Calcule o seu retorno

 

Agora que você já sabe como fazer uma análise de métricas, é importante também calcular qual foi o seu retorno, com base nos investimentos feitos no marketing da sua empresa.

Pensando nisso, foi desenvolvido o ROI (Return On Investiment), que é um cálculo feito com base na receita que o seu negócio gerou, quando dividido pelo valor investido.

 

Estas são algumas das métricas no marketing de conteúdo que precisam ser pensadas e analisadas. Tem alguma dúvida? Quer nos dar alguma sugestão? Deixe sua mensagem!

 

    Seu nome (obrigatório)

    Seu e-mail (obrigatório)

    Seu Telefone

    Descrição do pedido