A importância do marketing de conteúdo para e-commerce

Nos dias de hoje, a evolução dos recursos tecnológicos trouxe inúmeros impactos para a vida das pessoas. Cada vez mais acostumados a praticidade da vida moderna, os usuários incorporaram a internet ao seu dia a dia. Para o mundo dos negócios, também foram vários os reflexos, incluindo a expansão do setor de e-commerce. Dentro deste cenário, há muitas dúvidas sobre a importância do marketing de conteúdo para e-commerce!

Panorama do e-commerce no Brasil!

 

Esse crescimento pode ser atestado pelos números. Realizado pela Ebit desde 2001, o Webshoppers é o relatório de maior credibilidade sobre o comércio eletrônico brasileiro e considerado a principal referência para os profissionais do segmento.

 

Quer oferecer o marketing de conteúdo em sua agência? Baixe nosso e-book!

 

O levantamento aponta que o e-commerce brasileiro fechou 2016 com faturamento de R$ 44,4 bilhões, o que representa um aumento de 7,4%, quando comparados aos R$ 41,3 bilhões registrados no ano anterior. O número de pedidos permaneceu estável, em 106,3 milhões, mas o tíquete médio registrou alta de 8% na comparação entre os períodos, passando de R$ 388 para R$ 452.

Todavia, mesmo com os bons resultados, as lojas que praticam o comércio eletrônico devem estar atentas ao comportamento do consumidor. Isso porque o usuário que navega pelo seu site nem sempre tem a intenção de fazer uma compra. Neste sentido, o marketing de conteúdo para e-commerce é um dos elementos fundamentais de qualquer estratégia!

É preciso, portanto, persuadi-lo. Em um ambiente cada vez mais concorrido, leva vantagem a empresa que consegue encantá-lo.

Uma boa dica, nesse sentido, é apostar nos preceitos do Marketing de Conteúdo, que vem se mostrando uma ferramenta cada vez mais essencial no processo de fidelização de clientes. A seguir, daremos algumas dicas de como esta modalidade pode agregar valor ao seu e-commerce.

Regras para ter sucesso em sua estratégia de marketing de conteúdo para e-commerce!

 

1 – Defina quem é seu público-alvo

O primeiro passo para uma estratégia de marketing de conteúdo para e-commerce ter sucesso é a definição do público-alvo. Para isso, é preciso criar uma buyer persona, representações complexas dos consumidores em potencial.

 

marketing de conteúdo para e-commerce

 

É preciso projetar quais seriam os reais interesses desses perfis, mas não somente: o ideal é simular a sua rotina e também anseios, tendo em mente a premissa de como o seu produto ou serviço poderá ajudar a resolver os seus problemas ou a realizar um sonho. Isso vale para o marketing de conteúdo, para as campanhas de e-mail marketing e todas as demais estratégias!

 

2 – Mantenha um blog ativo e atrativo!

 

A sua intenção é atrair o público por meio de conteúdo relevante, certo? Uma plataforma bastante adequada para esta finalidade é um blog, que deve ser alimentado com informações que interessem ao seu público-alvo.

Tenha em mente que a sua prioridade é estabelecer um vínculo duradouro e não apenas concluir uma transação comercial. Por isso, deixe de lado o aspecto comercial e de autopromoção; em contrapartida, priorize o caráter informativo: aborde temas que façam a diferença para a sua plateia.

 

Baixe nosso e-book sobre marketing de conteúdo e conheça nossa metodologia!

 

Mas atenção: organize-se para que o seu blog seja atualizado constantemente. Criar um blog para deixa-lo “às moscas” é um grande equívoco. Lembre-se que, além de textos escritos, você pode apostar em outros formatos multimídia para atrair o público.

 

3 – Personalize o seu conteúdo de acordo com as necessidades da persona!

 

Qualquer empresa que atue no segmento e-commerce beneficia-se da vantagem de alcançar milhões de usuários no país e, até mesmo, em todo o mundo. Por outro lado, com a evolução da tecnologia as pessoas estão cada vez mais exigentes: com maior autonomia, elas selecionam os conteúdos a que querem ter acesso.

Como o seu objetivo é engajar o leitor, vá além e explore as várias possibilidades. Uma postura que faz toda a diferença é a preocupação em personalizar o conteúdo. Um exemplo prático: o mesmo produto que você comercializa pode estar à venda em inúmeros outros sites.

É muito comum, nestes casos, que lojas virtuais se limitem a reproduzir, na íntegra, às informações fornecidas pelo fabricante. Esta não é uma prática recomendável: torna o seu comércio eletrônico apenas mais um, tanto aos olhos do público quanto para a análise de SEO.

Descrições padronizadas perdem relevância para o algoritmo utilizado pelos mecanismos de busca. Na contramão, quando você produz um texto personalizado, aumenta as chances de alcançar melhor posição no ranqueamento orgânico de sites, como o Google. Neste sentido, o marketing de conteúdo para e-commerce é uma estratégia poderosa de atração e tráfego!

 

4 – Estratégias para tornar seu conteúdo mais atraente

Quando pesquisam sobre um produto na internet, os usuários não estão interessados apenas no preço. Com a popularização da internet, os usuários buscam referenciais acerca do objeto de seu interesse e também sobre a loja. Com o consumidor cada vez mais seletivo, leva vantagem o e-commerce que tiver mais credibilidade.

E são vários os artifícios utilizados para atestá-la. Um dos mais eficientes são os depoimentos e recomendações de outros usuários. Ao mesmo tempo, esta é uma maneira de tornar o seu site mais transparente. Abra espaço para que os consumidores façam avaliações dos produtos.

 

marketing-de-conteúdo-para-e-commerce-2

 

A isto, use e abuse das infinitas possibilidades oferecidas pela internet, que permite a utilização simultânea de recursos de texto, áudio e vídeo. Faça tutoriais com dicas para utilizar os produtos no dia a dia, vídeos com reviews de lançamentos, analisando as funcionalidades de determinado produto.

Preocupe-se também em escolher uma imagem impactante, mas atente-se aos direitos autorais. Observando esses cuidados, ao mesmo tempo que você torna o seu conteúdo mais atraente, caminha para se tornar uma autoridade em seu nicho de mercado. Com isso, se o seu produto for bom, você poderá ter um e-commerce de sucesso!

 

5 – Use as redes sociais para gerar conteúdo de qualidade!

 

Outra dica é explorar as redes sociais, mas assim como nos blogs, de nada adianta manter perfis em várias delas se eles estão desatualizados.  A gestão de mídias sociais, alinhada a melhora dos resultados, é fundamental! Veja alguns elementos fundamentais da utilização das redes sociais para seu e-commerce:

  • Atente-se as peculiaridades de cada uma delas: crie conteúdos exclusivos
  • Associe seus produtos aos assuntos mais comentados,
  • Embarque na onda dos memes
  • Não tenha pudor em compartilhar conteúdo relevante produzido por terceiros. Quando possível, acrescente algum tipo de opinião
  • E claro, compartilhe conteúdo de seu blog.

 

De uma maneira geral, o uso do bom humor nas redes sociais tende a conquistar os usuários. Ainda sim, é recomendável certa cautela: antes de postar, procure prever se a brincadeira pode, de alguma maneira, ir de encontro aos valores de seu público. Quando isso acontece, os danos à imagem podem ter grandes proporções.

 

6 – Vendas escaláveis

 

Por fim, o Marketing de Conteúdo é uma estratégia que pode ajudar a atingir a escalabilidade. Este é um modelo que, quando viabilizado com sucesso, permite a produção ou vendas em larga escala, sem que, para isso, as despesas aumentem na mesma proporção.

Em outras palavras, a escalabilidade é o “fôlego” que dará suporte para a sua expansão no mercado. Portanto, para quem almeja o crescimento de seu comércio eletrônico, a viabilização da escalabilidade em diversos setores deve se tornar prioridade em sua estratégia.

 

Conclusão

Como se observa, o Marketing de Conteúdo é uma estratégia essencial para as empresas que atuam no segmento de comércio eletrônico. Cada vez mais seletivos, os consumidores exercem plenamente a sua autonomia e escolhem as páginas as quais querem ter acesso.

Partindo desse pressuposto, mais do que vender um produto é preciso construir uma relação de confiança com o público. É preciso encantá-lo, por meio da oferta de conteúdo de qualidade, que seja capaz de despertar o interesse sobre seu produto.

Essa estratégia revela-se mais eficiente quando a mercadoria é capaz de ajudá-lo a resolver um problema ou a realizar um sonho. Para isso, invista em informação relevante para a sua persona. Lembre-se que o maior legado desse tipo de abordagem é conquistado em longo prazo. O marketing de conteúdo para e-commerce é uma construção, algo constante e em longo prazo!

Planeje-se e não seja imediatista! Por si só, o ingresso no setor de e-commerce pressupõe um novo modelo de relação com o consumidor. Em meio a um mercado amplamente concorrido, o marketing de conteúdo para e-commerce pode ser a estratégia que faz a diferença!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *